Acompanhamentos

Um bom acompanhamento de churrasco não deve disputar com o sabor da carne, como também não deve se sobrepor a ela. Ele precisa ser o complemento perfeito para aquele alimento específico.

O carboidrato nunca deve faltar em um churrasco. Por esse motivo, as carnes sempre são servidas acompanhadas de farinha, farofa, arroz, pães e batatas. As batatas, especificamente, são consideradas o acompanhamento perfeito da carne, especialmente se você opta por assá-las na grelha, embrulhadas em papel alumínio por 30 minutos.

A salada de folhas também é um excelente acompanhamento para suas carnes. Escolha folhas com sabor mais forte e picante, como o agrião e a rúcula, e evite montar pratos com maionese ou outros ingredientes muito gordurosos. Lembre-se que as carnes têm um teor mais alto de gordura e, por isso, demandam complementos mais leves.

Sal Grosso

O sal grosso é o principal tempero utilizado nos churrascos brasileiros. Entretanto, é possível explorar outros temperos que, combinados com o sal grosso, podem dar muito certo nas suas carnes.

Por exemplo, na fraldinha o sal pode ser combinado com o tomilho, com azeite de oliva ou até mesmo com a manteiga para deixa-la mais saborosa. É importante sempre se lembrar de colocar o sal primeiro na carne, para depois acrescentar os outros ingredientes.

Pode ser interessante também misturar o sal grosso com um pouco de ervas secas – como sal de aipo, alho e ervas – para dar mais sabor à sua carne.

Carvão

Para se fazer um bom churrasco, é muito importante planejar todas as etapas deste churrasco e o momento de acender o carvão é uma destas etapas. Para que ele esteja pronto para grelhar suas carnes é preciso de, no mínimo, uma hora de contato dele com o fogo. Quando o carvão ganhar uma coloração branca ou cinza clara, é sinal de que a brasa está pronta para receber a carne. Não se esqueça de que, depois disso, a sua carne também pode levar mais uma hora para chegar ao ponto ideal de consumo